Não esqueça do Orange!

O Orange é daqueles programinhas que acompanham por padrão seu pacote de software predileto, neste caso o Anaconda, que são continuamente negligenciados, às vezes injustamente.

Nele, algumas operações simples de análise e visualização de dados podem ser realizadas sem uma linha sequer de código, o que faz dele uma grande ferramenta para quem ainda não programa mas quer sair do Excell. Ng Wai Foong tem um ótimo tutorial de como usá-lo, no Towards Data Science.

Para visualizar informações geoespaciais no Kepler.GL

Visualização de conflitos no Brasil.

Também no Towards Data Science, Abdishakur introduz o Kepler.GL, ferramenta open source da Uber para visualização de dados geoespaciais. O tutorial faz parecer ridiculamente simples o uso do Kepler dentro de um Jupyter Notebook e, quer saber? Testei! E, de fato, é barbada. Fiz um notebook basicão no Git usando outros dados.

Algumas formas de explorar dados no Pandas

Em outro tutorial, Caleb Neale explica algumas maneiras fáceis de limpeza e plotagem de dados com Pandas e a biblioteca Seaborn, duas das minhas favoritas pela imensa facilidade de uso, com dados sobre o Brasil.

Mexo com o Pandas já há dois ou três anos e sempre consigo tempo para tutoriais mais introdutórios, sempre dá para aprender algo novo.

Deixe uma resposta