Essa é a pergunta que o InternetLab busca responder com o relatório anual “Quem defende meus dados?“, uma avaliação sobre quais são os provedores de conexão com a internet que mais respeitam a privacidade de seus usuários. O trabalho é uma parceria com a Eletronic Frontier Foundation. Curioso para saber se sua operadora te respeita? Vai o resultado de 2019.

Eis que a administração Trump sai do Acordo de Paris

Foi com um anúncio do secretário de Estado americano, Mike Pompeo, no Twitter, que em 4 de novembro a administração Trump começou o desembarque do Acordo de Paris, o que já era esperado desde a posse do presidente republicano. A medida faz dos Estados Unidos o único país no planeta fora do acordo.

A pergunta agora é como o resto da humanidade vai enfrentar os desafios climáticos sem contar com a participação do segundo maior emissor de gases de efeito estufa.

E por falar em mudança climática…

Limitar o crescimento populacional é uma solução?

Um item das advertências publicadas por um grupo de cientistas na BioScience, no trabalho entitulado World Scientists’ Warning of a Climate Emergency, tem provocado um “certo” burburinho:

Still increasing by roughly 80 million people per year, or more than 200,000 per day, the world population must be stabilized—and, ideally, gradually reduced—within a framework that ensures social integrity.

Ou seja, uma das medidas para lidar com as mudança seria estabilizar o crescimento populacional humano, ideia que deixou alguns chocados, como reporta a MIT Techonology Review.

Acontece que diminuir, ou estabilizar, o crescimento humano tem maiores impactos em países pobres, já que países ricos já possuem baixas taxas de crescimento demográfico. É uma solução que pode lembrar, portanto, nossos livros de história do Século XX – e alguns desejos admitidos mais recentemente por uma certa classe política “sem ideologia” -, mas ao mesmo tempo como equacionar a crescente demanda por recursos em um ambiente finito?

0

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.