O comentário de Sam Cowie, correspondente do The Guardian, The Financial Times e da BBC no Brasil, é certeiro, mas falta especificar que o “Estado” no controle, ou para o qual se quer dar o controle, é formado por estruturas paralelas fomentadas pelo bolsonarismo: um o estado miliciano, outro o da grilarem, imbricados nos mecanismos de governo e controle, e, possivelmente, intimamente ligados ao próprio narcotráfico.

The Guardian view on Dom Phillips and Bruno Pereira: justice for them, safety for others – “Brazil is one of the most dangerous countries for land and environmental defenders, with 20 having died in 2020, according to the watchdog Global Witness, which warns that killings are rising across the global south. Colombia saw 65 murders that year; Mexico another 30; and there were 29 in the Philippines where, as in Brazil, an authoritarian president has dismissed human rights and environmental concerns and embraced corporate interests“. 

The Guardian

ONU critica violência e cobra investigação e reforço da Funai – cito: “Essa é a terceira crítica ou cobrança direta ao governo de Jair Bolsonaro (PL) por parte da ONU em menos de uma semana, algo raramente visto“. Os nossos “raramente” são todos os piores ultimamente.

e mais..

Microsoft’s Internet Explorer is dead – e eis que a Microsoft finalmente aposenta o Internet Explorer… não sentiremos nenhuma falta. Alguém ainda usava?

The Best Tools for Supercharging Your Mac Menu Bar – da lista, não uso nenhum, mas o Handmirror parece promissor em tempos de muitas reuniões online.

(Visited 9 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta